Ambiental

Modelo de gestão
GRI 103-2, 103-3

Nosso modelo de gestão ambiental valoriza a atuação responsável, com o objetivo de proteger e prevenir impactos ao meio ambiente e fazer uso consciente dos recursos naturais. Em linha com o planejamento estratégico definido em 2016, assumimos o compromisso de reduzir a geração específica de resíduos minero-metalúrgico, as emissões de gases de efeito estufa e o uso específico de água nova, aumentando a taxa de recirculação do recurso nas operações.

A gestão desses impactos é feita por meio de uma Política Integrada de Saúde, Segurança e Meio Ambiente, que contém diretrizes e procedimentos que orientam a atuação de nossos empregados. Além disso, seguimos, rigorosamente, leis e normas ambientais pertinentes a cada país onde estamos presentes.

Nesse sentido, contamos, em todas as unidades operacionais, com a certificação ISO 14001 (norma de conformidade que fornece às organizações as bases para um sistema de gestão ambiental que, integrado a outros requisitos de gestão, é um suporte para atingir os objetivos ambientais).
GRI 102-11

Em 2017, concluímos os estudos de uso futuro para todas as unidades, com a atualização dos planos de descomissionamento, tendo como base a integração dos dados ambientais e sociais alinhados à vocação de cada região (o estudo e os planos são detalhados no capítulo Social, no tema material Descomissionamento).

Investimentos Ambientais

Estamos sempre olhando para as melhores práticas do setor, buscando oportunidades para sermos mais ecoeficientes – produzir mais e melhor, com menores recursos e menos resíduos. Nessa direção, os aportes em inovação realizados por meio do programa Digital Mining (ver mais na página Inovação e Tecnologia), têm permitido implementar diversas iniciativas de melhorias em equipamentos e processos, com ganhos expressivos na área ambiental.

Em 2017, as ações direcionadas ao meio ambiente receberam investimento de US$ 61,5 milhões, 15,8% superior ao realizado em 2016 (US$ 53,1 milhões). Esse valor foi distribuído com destaque para tratamento e disposição de efluentes (32,4%), resíduos (34,4%) e descomissionamento (10%).

Despesas Ambientais

Investimentos Ambientais