Estrutura de Governança GRI 102-18

Nossa estrutura de governança é composta pela Assembleia Geral de Acionistas, pelo Conselho de Administração, pelos Comitês de Assessoramento (Auditoria; Finanças; e Remuneração, Nomeação e Governança) e pela Diretoria-Executiva.

GRI 102-18

Assembleia Geral de Acionistas

Principal instância de decisão na companhia, a Assembleia Geral de Acionistas tem poderes para alterar o Estatuto Social, eleger ou destituir membros do Conselho de Administração, aprovar contas e demonstrações financeiras, deliberar sobre avaliação de bens, fusões, aquisições, incorporações, entre outros temas vitais para o desempenho perene dos negócios.

Conselho de Administração

Tem a função de promover o cumprimento dos objetivos da empresa e monitorar o seu desempenho, buscando a perenidade dos negócios. Nosso Estatuto Social determina que o Conselho de Administração (CA) seja composto por no mínimo cinco e no máximo 11 membros efetivos, sendo que pelo menos três sejam independentes atendendo às regras estabelecidas pelas Bolsas de Valores nas quais estamos listados. Os membros são eleitos por deliberação da Assembleia Geral de Acionistas para mandato de um ano, com possibilidade de reeleição.

Em dezembro de 2017, anunciamos a nova composição do Conselho de Administração, com mandato a partir de 1º de janeiro de 2018, reforçando a governança por meio de um time diversificado culturalmente (são quatro nacionalidades diferentes: Brasil, Canada, EUA e Peru), sendo composto por nove membros (sete homens e duas mulheres), sendo quatro independentes. Nenhum exerce função executiva e todos são remunerados. Em 2018, todos os novos integrantes do Conselho e da Diretoria passarão por programa de imersão no negócio e processo de autoavaliação.

Conselho de Administração

Mais informações sobre as atribuições do Conselho de Administração e acesso ao currículo de cada membro estão em https://www.nexaresources.com/pt/board-of-directors.

Comitês de Assessoramento

Instituídos pelo Conselho de Administração (CA) para ajudar no monitoramento do desempenho da companhia, os comitês de assessoramento, compostos por conselheiros, têm caráter permanente e abrangem assuntos de Auditoria; Finanças; e Remuneração, Nomeação e Governança.

Cada Comitê possui um Regimento Interno que estabelece papéis e mandatos, regras e procedimentos para seu funcionamento. Eles se reúnem com o Conselho, no mínimo, quatro vezes ao ano. Além disso, periodicamente, um dos membros reporta as atividades da comissão ao CA.

Comitê de Auditoria – Monitora a integridade de demonstrações financeiras e sistemas de controles internos, identifica e gerencia riscos, estabelece padrões e procedimentos de ética e conduta.

Comitê de Finanças – Responsável pelo entendimento dos cenários e tendências de mercado, definição de estratégias e políticas financeiras, avaliação e monitoramento dos planos de investimentos anuais, proposição de diretrizes para a gestão de caixa e posição de liquidez da empresa.

Comitê de Remuneração, Nomeação e Governança – Avalia os modelos de remuneração, recomenda candidatos à Presidência e ao Conselho de Administração, avalia o desempenho do Conselho de Administração, do CEO e de cada um dos Comitês de Assessoramento, e desenvolve diretrizes e princípios de governança corporativa.

Diretoria-Executiva

É responsável pela gestão do dia a dia dos negócios e pelo relacionamento com todas as partes interessadas. A esse time de líderes cabe garantir o desenvolvimento e a execução do plano estratégico e orçamentário, a partir de diretrizes recebidas do Conselho de Administração.

Composta pelo presidente e por oito diretores, a Diretoria-Executiva reúne-se semanalmente para acompanhar o planejamento estratégico, debater temas financeiros e não financeiros e traçar planos táticos de ação para suas equipes.

Diretoria Executiva