loader image
Capital Social e de relacionamento
Engajamento de partes interessadas
Trabalhamos continuamente para ampliar nossa relação com todos os públicos de interesse, como forma de manter o crescimento sustentável de nossos negócios e um diálogo permanente, aberto e transparente com cada parte interessada e impactada pelo nosso negócio. Consideramos como mais relevantes aqueles públicos que representam maior efeito em nossas operações e nossa estratégia, assim como maior influência no nosso negócio. São grupos formados por acionistas e investidores, comunidades, colaboradores e clientes. Porém, olhamos com igual respeito e consideração bancos, fornecedores, associações setoriais, autoridades governamentais, órgãos reguladores, organizações do terceiro setor e imprensa.
Queremos estar cada vez mais próximos desses grupos ao promover o diálogo constante, por meio de nossa participação em fóruns e encontros setoriais, realizando eventos com nossos parceiros de negócios e promovendo encontros com a comunidades do entorno de nossas operações e suas lideranças para coletar sugestões e reclamações, esclarecer dúvidas e abastecê-los de informações sobre nossos projetos em andamento. Acreditamos que essa proximidade propicia a cocriação de um legado de longo prazo relevante.
7Associações setoriais: Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram); Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg); Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt); Sociedad de Minería do Peru; Sindicato das Indústrias Extrativas de Minas Gerais (Sindiextra); Instituto de Metais Não Ferrosos (ICZ); Women in Mining (WIM); Sociedad Nacional de Minería, Petróleo y Energía (SNMPE); Comité Setorial Minero; GRI 102-13

Gestão social
TEMA MATERIAL GRI 103-2, 103-3 ODS 11.6, 13.2

Buscamos um relacionamento cada vez mais próximo, transparente e construtivo com a sociedade. Almejamos ser capazes de cocriar um legado positivo e estruturado com as comunidades onde operamos, promovendo transformações positivas para o desenvolvimento local, em um ambiente harmônico, pautado no respeito e na empatia.

Em 2020, diante da pandemia, redirecionamos nossos esforços, recursos humanos e investimentos para dar suporte aos municípios e às comunidades no combate à Covid-19. Nossa capacidade de resposta a emergência humanitária fortaleceu ainda mais os laços com as comunidades. No suporte aos municípios contra o coronavírus, atuamos em quatro grandes frentes: 1) rápida resposta – doações de insumos e equipamentos de saúde para reforçar o rápido atendimento, bem como assistência socioeconômica a famílias em situação de vulnerabilidade; 2) consultoria técnica à gestão pública no plano de contingenciamento de crise; 3) treinamentos e implementação assistida dos protocolos de saúde as equipes de saúde municipais; 4) incentivo a grupos comunitários de vigilância em ações educativas e campanhas preventivas.

Além disso, conseguimos retomar alguns dos projetos sociais previstos em nosso portfólio de investimento social, com as devidas adequações para distanciamento e realinhados para contribuir na mitigação dos efeitos da crise. Foram prioritariamente retomados projetos de desenvolvimento econômico (geração de renda para produtores rurais e empreendedores locais); infância e juventude – em especial na educação; gestão pública e participação social; e também mantivemos alguns projetos de cunho socioambiental.

Além dos investimentos destinados à Covid, a Nexa implementou investimentos sociais com recursos próprios, incentivados e captados que totalizaram no ano US$ 8,8 milhões, uma redução de 39,3% em relação a 2019. No período foram patrocinados 132 projetos em 17 localidades do Brasil e do Peru, beneficiando mais de 20 mil pessoas. GRI 203-1, GRI 413-1 ODS 4.4, 8.6, 10.2

As ações sociais aconteceram paralelamente à nossa reestruturação interna. Esse foi o primeiro ano em que atuamos sob uma Gerência-Geral de Gestão Social, dentro da Diretoria de Sustentabilidade, o que exigiu uma reorganização do ponto de vista de prioridades, definição de escopo, papéis e responsabilidades das equipes no Brasil e no Peru. Essa reestruturação contou com um realinhamento estratégico e revisão dos procedimentos de gestão social, preparando a Nexa para cumprir sua aspiração e papel social.

Eixo Desenvolvimento Econômico Local

Visa contribuir com o desenvolvimento econômico sustentável dos territórios, por meio da potencialização de seus recursos locais, da qualificação das pessoas e da proteção ambiental.

Cadeia de vicunhas

O projeto tem como intuito melhorar a sustentabilidade e a produtividade da criação de vicunhas para 500 membros da comunidade de Ticlacayán, desenvolvendo suas capacidades técnico-produtivas, gestão e promovendo transformação e aumentando o valor agregado dos produtos.

Comunidade em Ação

O Projeto Comunidade em Ação, iniciado em 2019, oferece consultorias individuais e capacitações para 30 empreendedores formais e informais, de Juiz de Fora e região, com o objetivo de contribuir com o fortalecimento das competências socioemocionais e do comportamento empreendedor para ampliação de renda. Com foco no fortalecimento dos empreendedores locais e identificação de novos empreendedores, em 2020, priorizou o acompanhamento da evolução de vendas, bootcamp, consultorias individuais, finanças, gestão e suporte intenso em marketing digital e vendas nas redes sociais.

Qualificação

Com objetivo semelhante, o projeto QualificAção levou capacitação profissional para 40 jovens e adultos, em Aripuanã, atrelando formação sociocomportamental e técnica para inserção no mercado de trabalho. Em 2019, um banco de talentos foi consolidado e a rede de empregabilidade acionada para processos seletivos. Com foco no aumento da empregabilidade, em 2020, foram ministrados módulos de inteligência emocional, futuro do trabalho e atendimento ao público, bem como testes de perfil comportamental. Essa iniciativa contou com o suporte do voluntariado com simulação de entrevistas e construção de LinkedIn.

Eixo Gestão Pública e Participação Social

Busca incentivar a participação social, fortalecendo a cidadania e o protagonismo da sociedade civil e incentivar o aprimoramento da gestão pública, de modo a torná-la mais eficaz no desenvolvimento de políticas públicas.

Agenda Social 2020

Teve como objetivo formar e fortalecer as redes comunitárias nas regiões de atuação da companhia. A iniciativa visa aplicar grupos e outras formas de comunicação coletiva on-line como método de ampliar a participação social e o combate à pandemia nos municípios de Juiz de Fora, Três Marias, Paracatu e Vazante, em Minas Gerais, e Aripuanã, no Mato Grosso, em que a mineradora está presente. A proposta foi de potencializar a participação dos grupos e comitês comunitários existentes nas discussões e multiplicação de ações coletivas de prevenção ao Covid-19. O programa tem como base três pilares de atuação: construção coletiva, com encontros on-line, atribuições de responsabilidades e apoio à articulação; comunicação e conscientização, por meio de materiais informativos; redes comunitárias e pós-pandemia, prevendo produzir e compartilhar conteúdos sobre a importância do trabalho coletivo comunitário e estimular o debate sobre o futuro da comunidade após a pandemia, com a construção de visão de futuro e a importância da articulação em rede para o desenvolvimento territorial.

Dialoga! Três Marias

Em apenas três meses, o programa Dialoga! Três Marias, iniciativa da Nexa em parceria com o Instituto Votorantim e a ONG Politize!, reuniu mais de 200 trimarienses, que debateram ideias e soluções para construção do futuro de Três Marias pós pandemia do novo coronavírus. Como resultado, o projeto promoveu 13 encontros virtuais para discutir o futuro do município, que resultaram na construção de oito grupos de políticas públicas nas áreas educação, saúde, economia, cultura, turismo, participação cidadã, populações vulneráveis e o papel do estado.

Voluntariado – Somos todos

Presente em 10 municípios no Brasil e no Peru, o Somos Todos já realizou 40 mil horas voluntárias desde 2016, beneficiando mais de 45 mil pessoas. Nosso programa de voluntariado segue de forma transversal, contribuindo para a criação de um legado em conjunto com a comunidade e como apoio às iniciativas que integram os quatro eixos estratégicos de nossa gestão social. Tem como proposta fomentar a participação social e o desenvolvimento de redes e alianças locais, propiciando diálogo e maior engajamento das comunidades e negócios para o desenvolvimento sustentável local.

Neste ano desafiador, impactado pela pandemia, a companhia mudou o foco de suas iniciativas e adotou medidas para contribuir com o enfrentamento à Covid-19.  Com isso, foram produzidas centenas de máscaras junto com as comunidades em que a Nexa está presente, e foram doadas mais de 18 toneladas de alimentos e mais de 3 mil produtos de higiene que beneficiaram 701 famílias em alta vulnerabilidade social. As iniciativas de trabalho voluntário somaram 10.089 horas de dedicação, que mobilizaram 1.571 colaboradores e suas famílias (10,8% de engajamento interno), beneficiando diretamente 17 mil pessoas.
Colaboradora de Atacocha (Peru)

Eixo Socioambiental

Essas iniciativas visam contribuir para a melhoria da disponibilidade e da qualidade da água, da gestão dos resíduos sólidos e das condições de saúde ambiental.

Gestão da água em Chavín e Topará

Para atender às necessidades de consumo de água para uso doméstico e produtivo nas cidades de Chavín e Topará, na cercania de Cerro Lindo, foi implementado um conjunto de atividades que visam melhorar a eficiência na gestão dos recursos hídricos. Entre elas, buscou-se melhorar a captação em áreas altas, aumentar a capacidade de armazenamento de água, obter apoio público para investimentos em infraestrutura de água e acesso a serviços básicos.

Colaboradora de Vazante (MG)

Gente Cuidando das Águas

Em parceria com o BNDES, o projeto associa cercamento de áreas de nascentes na Bacia do Rio Santa Catarina e veredas com educação ambiental comunitária e escolar, no município de Vazante. A frente de educação ambiental (confecção de maquete da bacia hidrográfica do rio, com alunos do 6º ano das escolas estaduais e municipais e educomunicação com alunos do 8º ano) foi diretamente impactada pela pandemia. Mas seguimos na frente de cercamento de nascentes e conscientização dos produtores rurais em Vazante e já expandimos o programa para Morro Agudo (Paracatu). A meta é torná-lo um programa que abranja a Nexa como um todo.

Água Boa

Nesse projeto de apoio para adequação das condições de saneamento nos municípios do Brasil e do Peru onde operamos, foi realizado um diagnóstico das condições de saneamento (água e esgoto), e está em curso cadastro técnico dos domicílios localizados nas áreas priorizadas. Também está prevista a elaboração dos projetos, manuais de construção e operação de soluções sustentáveis, como ferramenta de apoio à gestão pública municipal e busca de fomento para implementação.

Jovens Cientistas

Projeto desenhado para capacitação dos jovens, filhos de colaboradores próprios e prestadores de serviços, com idade entre 12 e 16 anos, com foco em gestão das águas. Foram envolvidas cerca de 150 pessoas, entre jovens cientistas, equipe Nexa, universidades, empresas parceiras e comunidade. Os jovens participaram da campanha de monitoramento do Rio São Francisco e apresentaram seus trabalhos de conclusão no 1º Congresso Jovens Cientistas, aberto à comunidade.

Apoio para adequação das condições de saneamento nos municípios do Brasil e do Peru onde operamos
Eixo Infância e Juventude
Nossa missão é contribuir com o desenvolvimento social de crianças e jovens, de modo a torná-los protagonistas, socialmente participativos, além de capacitados e qualificados para o estudo e o trabalho. Para tanto, buscamos fortalecer a rede de proteção e a participação social.
Projeto Social em Cerro Pasco (Peru)

Redes Educativas

O projeto busca fornecer uma visão mais ampla e capacitação aos educadores. No início do projeto destacamos um grupo de especialistas em cada localidade, traçando uma linha de base e contatando as escolas. Devido à pandemia, elaboramos uma proposta de adaptação do escopo inicial, considerando as necessidades educacionais de gestores e professores diante da nova realidade. Desenvolvemos atividades por meio de plataformas virtuais e oferecemos um programa de apoio emocional aos professores. Foram realizadas 241 sessões virtuais, com participação de 109 pais e educadores e identificamos 26 propostas de boas práticas.

Arte e Cultura Jovem – A Banca

O Projeto Cultura e Arte Jovem é um programa de inclusão cultural social e econômica voltado para jovens do bairro Igrejinha, em Juiz de Fora (MG), tendo como estratégia o uso da arte e cultura urbana para a integração social, empoderamento, fortalecimento da autoestima e identidade, empreendedorismo juvenil e acesso à cidade como exercício da cidadania e direitos. Em 2020, jovens de 10 a 18 anos participaram de oito oficinas/encontros on-line e três webinars temáticos para debater soluções de combate à Covid-19. Desde 2018, o projeto atendeu mais de 300 jovens e adolescentes que participaram das oficinas continuadas e atividades coletivas, impactando cerca de 50% do público dessa faixa etária desse bairro que é marcado pela alta vulnerabilidade social.

Descomissionamento
TEMA MATERIAL GRI 103-2, 103-3 ODS 11.4

Nosso comprometimento com as instalações mineroindustriais que operamos no Brasil e no Peru não se limitam ao tempo de operação de nossas minas, estendendo-se para um adequado encerramento das atividades, com o objetivo de cocriar um legado para a comunidade do entorno.

Consideramos esse tema relevante e parte da estratégia do negócio, tanto que é acompanhado por políticas internas e envolve desde as unidades operacionais até a Diretoria-Executiva. Todas as nossas operações possuem planos de uso futuro e de descomissionamento elaborados com base nas referências técnicas mais atuais e nas melhores práticas de mercado. São planos mais completos e comprometidos do que a exigência legal vigente.

Um de nossos diferenciais está em planejar o descomissionamento antes mesmo do início das operações, como no caso mais recente de Aripuanã, que já terá o plano concluído antes mesmo do início das atividades, previsto para 2021. Revisamos nossos planos de descomissionamento no Brasil (2017) e no Peru (2018-2019), com a previsão de desembolso acima de US$ 92 milhões até 2022. Dessa forma, atingimos nossa meta de ter 100% dos nossos planos atualizados. Também estabelecemos uma governança para garantir que todas as etapas do plano seguirão conforme planejado.

Os planos de descomissionamento são documentos que contém orientações técnicas para uma desativação segura, completa e eficiente e contemplam informações sobre ações de natureza econômica, ambiental e social. Formalizar esses dados em um documento cria na população um senso de urgência que estimula o protagonismo da comunidade e do poder público que porventura não tenha sido alcançado durante a fase de operação da mina.

Comercial

A estratégia comercial consolidada, em 2019, de mantermos a liderança da Nexa na América Latina e nos tornar uma marca conhecida e presente globalmente, por meio de vendas diretas, parceiros e distribuidores, mostrou-se madura e resiliente frente aos desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus. Diminuir nossa exposição à volatilidade dos mercados globais ajudou a mantermos uma demanda mais contínua, comercializando com os parceiros de acordo com o nível de atividade econômica dos países em função do Covid-19. Para tanto, o time de planejamento de vendas revisitou estratégias de realocação de produtos, levando em conta localidade e demanda dos clientes.

As iniciativas que vínhamos desenvolvendo de ampliar o relacionamento com os nossos clientes, oferecendo outros formatos de produtos, resultaram em novos pedidos provenientes da Ásia e ajudaram a manter a estabilidade das vendas. Atualmente, oferecemos um portfólio de produtos que vai além dos lingotes de 25 quilos (padrão da commodity precificada na LME – London Metal Exchange) e agregamos serviços que desenvolvem e fidelizam o mercado. Além disso, customizamos especificações químicas, físicas e marcas de identificação para alguns dos nossos clientes. GRI 102-6

Temos em nosso portfólio ligas para o segmento de galvanização CGG (Continuous Galvanizing Grade) e GG (General Galvanizing) com variados teores de alumínio e outros elementos como magnésio, antimônio, bismuto e níquel, além das diversas ligas Zamac para fundição. Temos também a comercialização do óxido de zinco em diversas composições químicas e de alta qualidade, atendendo mercados pneumático, agronegócio, químicos, entre outros. A Nexa é pioneira no mercado brasileiro a possuir o selo de qualidade no óxido, certificado pelo International Zinc Association (IZA). Em 2020, desenvolvemos ainda o óxido de zinco ativo, que já está sendo comercializado e amplia nossa participação no mercado interno brasileiro.

A comercialização dos coprodutos também teve um importante papel em 2020. Batemos recorde na comercialização do Zincal 200, um calcário agrícola proveniente da unidade de Morro Agudo e na comercialização do Agregado Waelz da unidade de Juiz de Fora. Além disso, conseguimos aumentar a captação de secundários, tais como, óxido de latão, pilhas, entre outros. Essas ações são de extrema relevância para a companhia, pois além de trazer rentabilidade à nossa operação, estão alinhadas à estratégia de sustentabilidade e nos aspectos ESG da companhia.

Projeto Social em Três Marias (MG)

Incentivo à galvanização

O ambiente virtual, muito utilizado em virtude da pandemia, favoreceu uma série de iniciativas para fomentar o uso do zinco, especialmente na galvanização, um mercado que inclui chapas para produção automobilística e o amplo uso em infraestrutura, como estruturas metálicas na construção civil, torres de transmissão de energia, torres para telefonia celular, entre outros. Por exemplo, adotamos a estrutura metálica galvanizada na construção de Aripuanã, que representará um custo menor de manutenção ao longo do tempo.

Nesse contexto e com o apoio do Instituto de Metais Não Ferrosos (ICZ) e do IZA, realizamos um desafio universitário, denominado Batalha de Galvanização, tendo como foco a inovação e a sustentabilidade. O concurso buscou novas ideias e projetos, tendo apoio em 18 universidades brasileiras capazes de identificar ou indicar o que pode ou deveria ser galvanizado na sociedade. O projeto vencedor foi apresentado pelos alunos da Escola de Engenharia de Lorena (USP) com o tema Galvanização de ferramentas agrícolas, que visa reforçar e auxiliar as ferramentas – principalmente de corte – no meio rural, que devido ao uso constante, sofrem com problemas de corrosão.

Logística e suprimentos
GRI 102-9, 103-2, 103-3

A equipe de logística protagonizou avanços importantes em segurança, competitividade e serviço diferenciado aos clientes. Nesse sentido, desenvolvemos processos apoiados em tecnologia e redução de custos.

Protocolos de segurança relacionados à Covid-19 foram implementados nos controles de acesso das unidades, além de exames semanais para os motoristas, medição da temperatura e comitês rotineiros para avaliação de melhores soluções. Além disso, reduzimos em 21% a quantidade de acidentes ambientais, pessoais e patrimoniais da área de logística.

A integração dos sistemas permitiu que as equipes comercial, de planejamento e de logística compartilhassem uma única base de dados, dando visibilidade dos temas às equipes, conferindo agilidade e segurança nas decisões. Além disso, o uso de processos automatizados aumentou a confiabilidade das informações, melhorando a percepção de qualidade dos clientes, o que foi percebido pela redução do número de reclamações. Iniciamos também a utilização de documentos eletrônicos, sem a necessidade de emissão em papel, reduzindo custos e tempo de atendimento. Aumentamos em 40% o número de parcerias com empresas de navegação, trazendo maior flexibilidade no atendimento às demandas dos clientes. A adoção de uma nova plataforma digital para a contratação de fretes permitiu assegurar os recursos de transporte necessários para o recorde de expedição de calcário.

A certificação Operador Econômico Autorizado (OEA) permitiu à Nexa sustentar sua competitividade no mercado externo, enquanto um projeto interno da Nexa ampliou captura de ganhos na sinergia de fluxos de expedição e abastecimento, bem como reduziu o consumo de combustível.

Fornecedores GRI 102-9

Por meio do Programa de Gestão de Fornecedores, estabelecemos um diálogo contínuo com os fornecedores que nos apoiam nessa missão e valorizam o cumprimento de nossos valores. Independentemente do produto oferecido ou do serviço prestado, todos os nossos fornecedores devem estar comprometidos em buscar as melhores práticas socioambientais, fazendo um uso responsável dos recursos naturais e respeitando os direitos dos colaboradores.

No encerramento do ano, nossa base de cadastrados contava com 8.041 empresas (4.561 no Brasil e 3.480 no Peru), de diversos segmentos: insumos, matérias-primas, gestão de resíduos, gestão ambiental, fornecimento de energia, minerais e produtos químicos, combustíveis em geral, serviços de saúde, fornecimento de embalagem, transporte em geral, MRO (Maintenance, Repair and Other), facilities e TI, serviços e manutenção, entre outros. No encerramento do ano, nossas compras totalizaram US$ 1 bilhão, sendo 2,7% contratadas de empresas localizadas nas regiões onde atuamos.

Diante do novo cenário, tivemos que ampliar nossa base de fornecedores, otimizar a gestão, buscar inovações e novas formas de relacionamento, assim como produtos alternativos em substituição àqueles que não estavam disponíveis em virtude da pandemia. No caso do concentrado de zinco, insumo primordial para nossa operação, foi necessário contratar fornecedores alternativos, trazendo material da África, da Espanha e de Portugal. Além de desenvolver e capacitar novos fornecedores, compartilhamos nossos novos protocolos de saúde e monitoramos seu cumprimento. Para aqueles que precisavam estar presencialmente nas unidades, disponibilizamos testes rápidos, de forma a evitar o contágio em nossas instalações. Essas ações possibilitaram que, ao longo dessa crise, não tivéssemos ruptura por fornecimento. GRI 102-10

Seleção e contratação

Os fornecedores passam por um processo de homologação e due diligence para verificar se atendem aos critérios de fornecimento pré-estabelecidos, de forma a gerar maior segurança e confiança na relação comprador-fornecedor. Existem duas etapas para identificar riscos de integridade: Standard Due Diligence, que é o processo padrão para fins de triagem no cadastramento ou continuidade no banco de dados Nexa e Advanced Due Diligence, processo aplicável aos fornecedores identificados como de risco alto ou extremamente alto, de acordo com os critérios estabelecidos pela Norma de Gestão. Confirmado o nível de risco, fornecedores dessas categorias só podem ser contratados em regime de exceção, com justificativa e aprovação do responsável da área e monitoramento ao longo do contrato.

Em 2020, revisamos o processo de gestão de fornecedores, a partir do qual retransmitimos os documentos solicitados para cadastro e homologação de acordo com a pretensão de fornecimento, e reforçamos o atendimento ao Código de Conduta Nexa e Política de Fornecimento Sustentável. Incorporamos o processo de due diligence, proporcionando maior transparência, padronização e atendimento às nossas políticas e requisitos e disponibilizamos treinamentos referentes ao tema. Também aplicamos uma pesquisa de sustentabilidade para mapear o perfil de nossos fornecedores nos requisitos relacionados a: combate à corrupção, transparência nas relações e informações, relações com a concorrência, gestão inclusiva, relações com fornecedores e comunidade, geral ambiental, certificações ambientais e questões especificas, como destinação de resíduos. GRI 102-10

Com o objetivo de estendermos o conceito de pluralidade para nossa cadeia de fornecedores, realizamos uma pesquisa para diagnosticar a maturidade do tema entre os nossos 162 maiores fornecedores no Brasil e no Peru. Encontramos que 62% possuem menos de 20% de mulheres em seu quadro funcional, apenas 34% têm políticas de inclusão LGBTQIA+ e 45% atendem a cota mínima de PCDs por lei. A partir desses dados, desenvolveremos ações para ampliar o nível de engajamento de nossos fornecedores nessas questões.

Gastos com fornecedores GRI 204-1
Colaboradores de Juiz de Fora (MG)

Fornecedores de serviços

Devido à natureza do nosso negócio, lidamos com um grande contingente de prestadores de serviços, especialmente no Peru, onde essa categoria chega a representar 76% da força laboral local. Isso significa que o desafio com a pandemia foi ainda maior naquele país. Foi fundamental, portanto, implantarmos rapidamente todos os protocolos necessários para o retorno das atividades de forma segura em parceria com as empresas fornecedoras de serviços.

Além dos esforços relacionados ao combate à Covid-19, demos continuidade, no Peru, à reclassificação de fornecedores de serviços das minas, visando aprofundar nosso relacionamento e também buscando inovação. Também reforçamos nossas políticas e desenvolvemos fornecedores mais conscientes, que informam proativamente possíveis riscos de acidente.

Nosso sistema de gestão de terceiros está estruturado em quatro pilares: processos, ferramentas, estrutura e pessoas. No nosso Programa de Gestão de Terceiros, temos 25 frentes multidisciplinares no Brasil e 36 no Peru, que trabalham na melhoria de procedimentos, ferramentas, fluxos, indicadores e maior clareza e definição dos papéis e responsabilidades ao longo de cada etapa do processo de gerenciamento dos serviços. Dessa forma, garantimos, o cumprimento das obrigações legais, a melhoria constante da qualidade dos serviços e a otimização de custos.

Em caso de denúncias de descumprimento dos requisitos relacionados aos impactos em direitos humanos, é iniciado um processo de investigação para averiguar os fatos e tomar as ações aplicáveis. As sanções vão desde multas à rescisão contratual. No período que abrange este relatório, não foi registrado nenhum caso de violação a essas condições.

Avaliação e Monitoramento contínuo
GRI 103-2, 103-3 ODS 8.8

Desde 2018, nossos principais fornecedores passam por avaliações periódicas, dentro do nosso Programa de Avaliação de Fornecedores (IAF), no qual são verificadas quatro dimensões: desempenho, saúde e segurança, meio ambiente e legislação. Os quesitos sustentabilidade e compliance são desclassificatórios e, portanto, não entram no âmbito das dimensões avaliadas.

A avaliação passou a ser quadrimestral (antes ocorria a cada três meses), o que possibilitou incluir mais frentes: Serviços, Capex, Engenharia, Logística e Suprimentos.

No último ciclo, foram avaliados 144 fornecedores no Peru e 360 no Brasil. Os fornecedores que não atingem a pontuação mínima de 7,8 na avaliação global e não seguem nossas recomendações de melhoria, são substituídos após três ciclos consecutivos com resultados abaixo do esperado. O gestor do contrato é o responsável por elaborar um plano de ação de recuperação, considerando cada dimensão que o fornecedor não atinge o esperado, em parceria com o fornecedor, assim como acompanhar a execução e o resultado do plano de ação acordado entre as partes.

Em 2020, 54% dos novos fornecedores foram selecionados e incluídos no sistema com base em critérios de práticas trabalhistas, direitos humanos e impactos sociais e 13% em critérios ambientais. Temos como meta engajar 100% dos fornecedores críticos em programas de prevenção e mitigação de riscos socioambientais até 2025, sendo que nossa intenção é o cumprimento desse objetivo. GRI 308-1, 414-1

Durante o período do contrato, os fornecedores também passaram a ser monitorados de acordo com os critérios disponíveis em uma matriz de risco Nexa, que corresponde ao acompanhamento de suas avaliações ao longo dos ciclos ou scorecard para fornecedores de materiais, risco apresentado na homologação, risco financeiro e acidentes reportados.

Apesar de não termos em nossos cadastros fornecedores com operações consideradas de risco para a ocorrência de violações aos direitos humanos, parte de nossos contratos e pedidos de compra fazem referência à temática por meio de cláusulas específicas que vetam a utilização de trabalho infantil, forçado ou análogo a escravo, além de estabelecerem a obrigatoriedade de consultar e cumprir o Código de Conduta. Os fornecedores também devem assegurar um ambiente de trabalho seguro e saudável, a liberdade para associação sindical e a não discriminação por gênero, raça, classe social, nacionalidade, religião, deficiência física ou mental, opção sexual ou qualquer outra condição de diversidade, conforme nossa política de fornecimento sustentável. GRI 407-1, 408-1, 409-1

54% dos novos fornecedores foram selecionados e incluídos no sistema com base em critérios de práticas trabalhistas, direitos humanos e impactos sociais